Sistema eletrônico de patentes já tem pedidos de brasileiros e estrangeiros

Um pedido de patente de uma empresa japonesa, apresentado às 10h25 do dia 25 de março, foi o primeiro feito no INPI via Internet. A empresa já tem uma série de pedidos no escritório americano de patentes, relacionados a aparelhos de tratamento de vapor como forma de combustível. Também já foi feita a primeira solicitação por uma empresa brasileira, do ramo de mineração, que tem pelo menos 29 pedidos de patentes no INPI.
A plataforma online de pedidos de patentes foi colocada no ar no dia 20 de março e faz parte de um pacote de medidas para reduzir pela metade o prazo de concessão dos certificados. O e-Patentes foi inspirado no sistema adotado pelo Escritório Europeu de Patentes.
Vencedor do XI Prêmio Excelência em Governo Eletrônico (e-Gov) 2012, o e-Patentes tem, entre outras vantagens em relação aos processos em papel, a identificação imediata de possíveis erros no preenchimento das solicitações, além de pemitir que os pedidos sejam realizados em qualquer lugar, via Internet.
O método é rápido, prático e totalmente seguro, com conexões que utilizam os mais altos padrões de criptografia de dados, garantindo a total inviolabilidade das informações enviadas. Ao final do procedimento, o sistema emite um comprovante com um código QR através do qual é possível acompanhar o pedido no sistema. As informações sobre pedidos de patente também são disponibilizadas na Revista da Propriedade Industrial (RPI).
fonte: http://www.inpi.gov.br/portal/artigo/primeiro_pedido_de_patente_online_no_inpi_e_de_uma_empresa_japonesa